16/08/2018 - 18h00
CMAST empossa novos conselheiros
Plano de Trabalho para 2018 é aprovado


PMT
I014775.jpg
Posses CMST

O Conselho Municipal de Assistência Social de Timóteo (CMAST) deu posse aos novos conselheiros representantes da sociedade civil e governamental.A cerimônia de posse foi realizada na Casa dos Conselhos, bairro Primavera, na tarde desta quinta-feira (16/8), durante reunião ordinária do colegiado. Em seguida foi eleita a nova mesa diretora, que passou a ser presidida por Maria Aparecida Martins Alves, tendo como vice Neide Barbosa Morais, ambas representantes de entidades.

A primeira e segunda secretarias ficaram com Sânia Souza de Sá Prado e Sirlaine Aparecida Castro Araújo, respectivamente, representantes das Secretarias Municipais de Assistência Social e de Educação e Cultura. A nova mesa diretora terá mandado de um ano. “Desejamos sucesso aos novos conselheiros e membros da diretoria neste desafio de construção de políticas públicas na área de assistência social que contribuam para a melhoria da qualidade de vida da população”, declarou o secretário de Governo e Comunicação, Jair Ribeiro, que participou do evento representando o prefeito Douglas Willkys.

O vice-prefeito José Vespasiano Cassemiro também prestigiou o evento e destacou o trabalho de doação dos conselheiros. “O CMAST é um órgão sério, compromissado com a cidade”, frisou. Por sua vez, a secretária de Assistência Social, Rosanna Borges, lembrou que o conselho é um espaço democrático onde a sociedade civil pode se manifestar e discutir junto com o governo os desafios ligadas ao setor. 

“Eu participo por amor, pois ser conselheira é uma tarefa árdua. Já atuei em 2014 por dois anos e agora estou retornando porque entendo que o trabalho do CMAST é fundamental para garantir os direitos das famílias menos favorecidas”, comenta a usuária Efigênia Aparecida Campos, que reside no distrito de Cachoeira do Vale. Na avaliação da conselheira, que é beneficiária do BPC (Benefício de Prestação Continuada), sem as políticas de assistência social “o pobre não tem vida”. 

Plano

Na reunião do Conselho Municipal de Assistência Social foi aprovado por unanimidade o Plano de Ação que consiste em um instrumento de planejamento essencial e estratégico que organiza, regula e norteia a execução da política de Assistência Social na perspectiva do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). O plano prevê o planejamento de forma informatizada com o lançamento de dados e validação anual das informações relativas às aplicações e transferências  regulares e automáticas, na modalidade fundo a fundo, do cofinanciamento  federal, estadual, municipal da Assistência Social.


 


Fonte : PMT




Galeria