05/09/2018 - 15h53
Secretário de Saúde de Timóteo cumpre agenda na SES
Reunião realizada na Cidade Administrativa, em BH, para tentar resolver a inadimplência do Estado de Minas Gerais com a área de saúde de Timóteo.


PMT
I014929.jpg
Reunião BH_Timoteo-HMVB

Uma reunião realizada na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, para tentar resolver a inadimplência do Estado de Minas Gerais com a área de saúde de Timóteo, acabou sem uma solução para a situação que é considerada grave pelas autoridades municipais.

Durante o encontro com o chefe de gabinete da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Lisandro Carvalho de Almeida Lima, nesta terça-feira (4/9) o secretário de Saúde de Timóteo, Eduardo Morais, apresentou duas reivindicações: que o Estado pagasse a dívida em atraso no valor de R$ 18 milhões e repasse outros R$ 1,3 milhão do débito com o Hospital e Maternidade Vital Brasil/São Camilo (HMVB). O diretor do hospital, Geovane Freitas, também participou da reunião.

Eduardo Morais explicou que o chefe de gabinete “foi sensível às demandas do município”, mas alegou dificuldades do Estado em cumprir com os compromissos. Diante disso, o secretário de Saúde de Timóteo reiterou que vai continuar dialogando com a direção do Hospital Vital Brazil para manter os atendimentos de urgência e emergência, ou seja, aqueles que colocam em risco a vida dos pacientes.

O secretário enfatizou também que o Município está em dia e não possui qualquer débito com o Hospital Vital Brazil, por isso aguarda que o Estado consiga pagar os débitos para os atendimentos voltarem à normalidade. 

Eduardo também tem mantido conversações com o secretário de Saúde de Coronel Fabriciano, Ricardo Cacau, para que o Hospital Dr. José Maria Morais atenda a demanda dos usuários de Timóteo, caso seja necessário.


 


Fonte : PMT